projetos

cidadania e comunidade

Ao longo dos últimos 30 anos o Ginasiano Escola de Dança tem desenvolvido vários projetos de intervenção educativa ao nível curricular e extracurricular, participando de forma ativa no contexto sociocultural da Comunidade em que se insere. No atual ano letivo, 2020/2021, estão em funcionamento os seguintes projetos:  MO.V.E. e Projeta-te.

Projeta-te” tem o intuito de proporcionar aos alunos experiência profissional na área artística, promovendo a oportunidade da exploração vocacional nas diversas áreas integrantes do contexto de produção artística. Em parceria com o A22 e com a KALE Companhia de Dança, os alunos integrantes auxiliam o trabalho de produção (montagem, ensaios e exibição) e o trabalho cénico de iluminação e som de um espetáculo.

projeta-te

O projeto MO.V.E. (MOvimento pela Valorização e Envelhecimento) tem o intuito de utilizar a dança como instrumento de melhoria da qualidade de vida e alívio de sintomas específicos de algumas doenças neurodegenerativas, como o Parkinson e o Alzheimer.

É nosso objetivo permitir à população de terceira idade e pessoas com doenças neurodegenerativas experimentar os benefícios da dança, enquanto criativamente trabalhamos sintomas específicos relacionados com o equilíbrio, cognição, habilidade motora, confiança física e depressão. 

Perspetiva-se uma atuação a dois níveis: remediativo, ao assegurar uma resposta para as comunidades que sofrem de doenças neurodegenerativas, com o intuito de aliviar sintomas; e preventivo, por promover, junto da comunidade sénior, a prevenção destas doenças. Pretendemos que as aulas de dança funcionem como um escape e uma aprendizagem. São um escape da doença e das limitações da idade, pois integram os destinatários numa atividade física que é social e divertida. Pretendemos ainda combater o isolamento social e proporcionar aos destinatários uma integração ativa  na comunidade. As aulas são também uma aprendizagem porque abordam elementos fundamentais, como equilíbrio, flexibilidade, coordenação, ritmo, imaginação ao serviço do movimento, locomoção graciosa, controlo motor, e expressão, que devem ser trabalhados para diminuir os sintomas e as limitações das doenças.

O projeto MO.V.E. começou em 2017 o seu ano piloto e atualmente conta com seis aulas semanais em diferentes lares  e associações/centros de dia:

m.o.v.e.